Cidade dos Animais




Autor Tópico: Gaticaoa4  (Lida 1371 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline gaticaoa4

  • Cidadão Recente
  • *
  • Mensagens: 1
Gaticaoa4
« em: Quinta, 01 Dezembro 2011, 17:24 »
  • A Gaticão - Associação de Amigos dos Animais Abandonados, é uma associação sem fins lucrativos (D.R. º 242 de 14/10/04 - III Série), tem sede em Vagos e foi constituída por escritura pública em Setembro de 2004.

    Tem como objecto:

    a) A protecção e defesa dos animais;

    b) A promoção e efectivação da melhoria das condições de vida dos animais abandonados;

    c) A divulgação e promoção dos direitos dos animais;

    d) A criação e manutenção de locais de acolhimento para animais, nomeadamente albergues;

    e) Interacção efectiva com a comunidade local.

    Desde 2006 que tem como parceira a C.M.Vagos, com a qual ajustou um protocolo de colaboração que tem como principais aspectos de intervenção:

    a) Garantir o alojamento dos animais recolhidos pelos serviços municipalizados;

    b) Constituir um grupo de apoio pedagógico para a implementação de projecto educativo em agrupamentos de escolas;

    c) Proceder à identificação, registo, vacinação e esterilização dos animais considerados abandonados;

    d) Promover campanhas de adopção, patrocínio e apadrinhamento de animais;

    e) Albergar em hospedagem temporária animais de companhia, evitando o seu abandono.

    No ano de 2009, a par do protocolo de colaboração já anteriormente celebrado com a C.M.Vagos, a Gaticão assumiu a gestão de um espaço, dentro das suas instalações, que funciona como centro de recolha de animais errantes do concelho de Vagos, sendo que os animais recolhidos são maioritariamente absorvidos pela Associação e, sempre que possível, entregues para adopção.

    Desde a sua constituição e até aos dias de hoje, as atribuições da Gaticão têm sido cumpridas, não obstante as inúmeras dificuldades com que a Associação se debate, essencialmente ao nível das infra-estruturas de recolha e alojamento dos animais.

    A Gaticão sabe que não tem as condições ideais, mas tem as condições possíveis, para proporcionar aos animais recolhidos a qualidade de vida - alimentação, saúde e higiene, que muitos deles nunca encontraram até serem recolhidos no nosso albergue.

    A nossa luta diária prende-se, por isso, pela criação de melhores condições para os nossos animais e, neste ponto, temos a consciência que muito há ainda a fazer.

    Conhecemos as nossas limitações enquanto movimento associativo assente no voluntariado e, por isso, estamos certos que só podemos prosseguir a nossa missão com a ajuda e apoio de todos, em especial da comunidade civil e empresarial do nosso concelho.

    Em 2010 a Gaticão sofreu um grande revés na sua existência, com um violento incêndio que dizimou alguns dos nossos animais e que destruiu por completo a nossa sede e instalações clínicas, deitando por terra seis anos de árduo e intenso trabalho.

    A par da melhoria das condições de vidas dos nossos animais, as nossas preocupações centram-se em encaminhá-los para adopção mas, apenas e sempre, quando a mesma for um acto consciente e responsável da sua nova família.

    O bem-estar animal que preconizamos impõe que nos viremos para fora da Gaticão, para a população do concelho, e aqui estamos conscientes que há um longo caminho a percorrer, em especial no que respeita à sua sensibilização para o bem-estar dos animais, à intervenção pedagógica ao nível das escolas e na implementação de políticas de controle de natalidade de animais por todo o concelho, propondo-nos realizar, para isso, campanhas de esterilização abertas à sociedade civil.

    Acreditamos que é possível e por isso continuamos a caminhar. Contamos consigo!

     


    Copyright © Cidade dos Animais